Em Busca da Verdade    (Karma)
Karma - Parte 3 - Convivendo e Aprendendo
por Gustavo Martins

| Introducao | Buscando Explicações | Dor e Sofrimento | Prazer | Homem e Ambiente |
| Programação Kármica | Karma |
| Mestres | Meditação | Aprendendo | Astrologia | Conclusão |
Clique aqui para visualizar o primeiro artigo da série sobre Karma - Refletindo e Compreendendo
Clique aqui para visualizar o segundo artigo da série sobre Karma - Explorando

8. Os Mestres e o Karma

"Diga-me que quer ser mais do que
alguém que se ergue nas argolas...
e executa uma manobra
bem praticada, ou duas.
Diga-me que quer ser alguém...
que usa a mente e o corpo...
como a maioria das pessoas
nunca teria coragem de usar...
e eu o treinarei, Dan...
para ser um verdadeiro guerreiro.

do filme Poder Além da Vida – Peaceful Warrior

 

Os Mestres, anjos e espíritos que ultrapassaram nosso atual estágio evolutivo não possuem débitos espirituais. Eles encarnam em missão de auxilio a humanidade ou a um grupo de espíritos que deseja ajudar.

O Karma como força de ação, de movimento também incide sobre os Mestres, mas a grande diferença está no conhecimento que possuem dessa força, seu atual estágio evolutivo permite que eles acessem informações sobre Karmas pessoais ou de grupo, compreendendo o objetivo do movimento que está acontecendo ou que em breve ocorrerá.

Quando lemos na literatura que um Mestre não está mais sujeito ao Karma é porque o conhecimento sobre o Karma permite a correta interpretação dos acontecimentos passados, atuais e que “tendem” a ocorrer.

No livro Autobiografia de um Yogue encontramos inúmeras passagens onde os Mestres falam sobre Karma, indicando em LINHAS gerais o que está por vir para um grupo ou uma determinada pessoa. A passagem abaixo mostra o amor de um Mestre para com seu discípulo e a interpretação do Karma do tutelado:

Durante mais de três décadas esperei que você regressasse a mim! A voz de Bábají vibrava de amor celestial. Você deslizou para longe, desaparecendo nas ondas tumultuosas da vida pós morte. Tocou o a varinha mágica de seu karma e você se afastou! Embora você me perdesse de vista, eu nunca o perdi! Através do mar astral luminescente, onde singram anjos gloriosos, eu o persegui. Através da escuridão, tempestades, marés e luz, eu o segui, como ave materna escoltando o seu filhote.

Nenhuma necessidade o obriga a abandonar o mundo, pois internamente você já desatou todos os laços cármicos, Não sendo deste mundo, nele, entretanto, você deve permanecer.

Muitos anos ainda decorrerão, em que haverá de cumprir conscienciosamente seus deveres domésticos, profissionais, cívicos e espirituais. Novo e doce alento de divina esperança penetrará nos áridos corações dos homens mundanos. Eles compreenderão, pelo exemplo de seu equilíbrio, que a liberação depende mais de renúncias internas do que externas”.

A Autobiografia de um Iogue – Paramahansa Yogananda



9. Karma e Meditação

A verdade é para quem a procura sinceramente, não para quem tem apenas curiosidade ociosa. É fácil acreditar quando se vê: dispensa a busca e o esforço. Descobrem a verdade além dos sentidos os que a merecem por terem vencido seu natural ceticismo materialista.

A Autobiografia de um Iogue – Paramahansa Yogananda

“ Guru angélico, o senhor, que já prestou um benefício à humanidade com a ressurreição da perdida arte de Kriya, não o aumentará, abrandando as severas exigências para a aceitação de discípulos? Olhei, suplicante, para Bábaji. Peço lhe, permita me instruir em Kriya a todos os que buscam a Deus com sinceridade, mesmo que, a princípio, não sejam capazes de devotar se à completa renúncia interna. Homens e mulheres do mundo, torturados, perseguidos pelo tríplice sofrimento , precisam de encorajamento especial. Talvez nunca tentem caminhar para a liberdade se a iniciação em Kriya lhes for vedada.
“ Assim seja. A vontade divina se expressou por seus lábios. Dê Kriya livremente a todos os que humildemente solicitarem auxílio respondeu o misericordioso guru .
Após um silêncio, Bábají acrescentou: Repita a cada um de seus discípulos esta soberana promessa do Bhágavad Gíta : Swalpamapyasya Marmasya, trayate mahato bhayat. (Até uma pequena prática deste dhárma (rito religioso ou reta ação) o salvará de um grande temor (inaliato bhayat) os colossais sofrimentos inerentes aos sucessivos ciclos de nascimento e morte.)

A Autobiografia de um Iogue – Paramahansa Yogananda

A meditação, praticada com disciplina e de forma correta é uma ótima ferramenta para evolução e compreensão.

Não imaginem que uma ou duas semanas de meditação podem reverter um Karma ou modificar a sua vida, não é assim que funciona. Cada espírito tem sua história, seus objetivos e sua evolução, a meditação é útil em qualquer um dos casos, contudo, os benefícios dependem de muitas variáveis.

Os efeitos são graduais e lentos, e em muitos casos a meditação abre portas para que você trabalhe aspectos negativos da sua personalide, adiantando um efeito Kármico que o forçaria a trabalhar esse aspecto. Aquele que deseja progredir na senda espiritual tem que estar "alerta", lembre-se meditar não é somente sentar-se e respirar, temos que estar "atentos".

Não se deve meditar somente objetivando diminuir o Karma, a meditação é uma ferramenta de auto-aprimoramento e modificação interior, a disciplina necessária para sua correta prática exige uma entrega profunda do praticante, sem "exigências" de retorno a curto prazo.

Cada um deve seguir o caminho que faz sentido para o seu atual estado evolutivo, sem pressa, mas nunca parado.

 

10. Navegando nas Correntes do Karma

Ele não conhece nem ira nem perdão; completa verdade
É o que mede sua vara, é o que pesa sua balança infalível;
O tempo não conta; julgará amanhã,
Ou depois de muitos dias.
Assim o punhal do assassino golpeará ele mesmo;
O juiz injusto perderá seu próprio defensor;
A língua enganosa vitupera sua própria mentira; o ladrão sorrateiro
E o solerte larápio roubam, só para devolver.
Esta é a Lei que conduz à justiça,
A qual ninguém pode fugir ou arrostar;
Seu coração é Amor, o seu fim
É doce Paz e Consumação.
Obedecei!

A Luz da Ásia, de Sir Edwin Arnold

Toda ação, pensamento ou emoção gera uma força de sentido inverso, que cedo ou tarde retornará ao emissor.

Nossas características divinas ainda não desenvolvidas deverão se aprimoradas, até alcançar a expressão pura do amor.

O Karma é uma força natural e não pode ser vencida pela brutalidade, revolta, poder, dinheiro, bens materiais, etc, nada de transitório do mundo pode anular a força do Karma, ao contrário, a insistência no erro ou a revolta só agravam ainda mais as dificuldades.
A Justiça de Deus não pode ser comprada, é imparcial, objetiva e NADA foge a sua vista.
O que buscamos nesse tópico é levar o peregrino a refletir sobre as várias mudanças que pode realizar e com isso amenizar ou neutralizar os efeitos do Karma, aproveitando a oportunidade para crescer espiritualmente.

 

 

 

As Forças que Neutralizam o Karma

Inicio esse tópico com o trecho retirado do livro Karma, de Annie Besant.

Todas as forças, leis da natureza não podem ser sustadas, mas podem ser neutralizadas por um força de mesma intensidade, diminuída, amenizada, A lei da misericórdia e do merecimento pode ser utilizada como exemplo. As forças podem se contrapor, mas o conhecimento pode ser importante para potencializar o processo

Profunda essa passagem e também reveladora. Um homem que assassina atraí para si uma morte através do assassinato, e aquele que causa uma tragédia também atrai para si a possibilidade de morrer tragicamente, porém, tudo isso pode ser revertido através do merecimento, da modificação interior, porque a Lei da misericórdia é capaz, em alguns casos, de anular débitos espirituais .

Mas isso não pode ser aplicado a todos os casos, existem variáveis, como por exemplo, o tempo de amadurecimento do Karma, quando o Karma fica maduro nós podemos atenuar seus efeitos, mas fica muito difícil neutraliza-lo, também existem casos em que a doença ou limitação foi escolha do próprio espírito, a cura pode anular planos traçados por ele próprio e a espiritualidade superior.

A misericórdia incide sobre todos, mas, só tem força suficiente para anular ou atenuar o Karma naqueles que transformam o seu interior, perdoando os que ofendem, amando até os inimigos e usando a palavra de forma controlada e positiva.

O Merecimento está diretamente ligado ao benefício que realizamos ao próximo e a nós mesmos.

 


Aceitando o Karma

Ele achou que eu não conseguiria.

-Não importa.

-Ele não sabe que me entregarei 100%.

Não precisa dele ou de uma carta para que se levante naquelas argolas...
-e faça o que ama.

-Sim, eu preciso!
Está bem? Estou falando em ir lá e ganhar o ouro.
Então, sim, eu preciso.

O ouro é um desejo. Se eu a tivesse, seria feliz."
Não ouve isso ai dentro?

É um sonho, Soc. Não posso acreditar
que os sonhos são ruins.

Não vai entregar seus sonhos, Dan...
vai entregar a única coisa que nunca teve e nunca terá...
controle
Aceite que você não tem controle sobre o que lhe aconteceu.
Que talvez participe das Olimpíadas e talvez não.
Talvez sim ou talvez não, Dan.
E que você é excepcional...
de qualquer forma

do filme Poder Além da Vida – Peaceful Warrior.

Como é bela e profunda essa passagem do filme, o homem comum se desespera quando sente seus sonhos ameaçados, mas nesse exemplo o amigo iluminado aproveita a oportunidade para mostrar que não temos o controle total sobre as coisas que acontecem.

A vida mostra nas pequenas coisas essa grande verdade, e na longa caminhada trilhada por cada um será possível entender que as coisas que desejamos não podem trazer a felicidade, são sonhos, ilusões que nossa personalidade cria para preencher o vazio que existe em nossa alma.

Nada está pré-determinado a acontecer, como já falamos existem tendências, por isso temos que aprender entregar e confiar no Pai celestial. Acumulando tesouros espirituais e acreditando que independente do que acontecer será feliz, o espírito conquista a felicidade suprema. A vitória não está ligada a vencer, muito pelo contrário, às vezes a derrota traz valores e lições para a eternidade.

A vitória final de Jesus aconteceu na Cruz, ali ele exemplificou o mais puro amor, tornando-se o cordeiro de Deus, modificando para sempre a história da humanidade, enchendo de coragem e esperança os seus discípulos. O que poderia parecer a derrota final da sua obra encheu de coragem os seus seguidores, e eles não pararam mais, espalhando as sementes da Boa Nova por todos os cantos do mundo.

Aceitar o Karma significa viver o ensinamento do Cristo:

E chamando a si a multidão com os discípulos, disse-lhes: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz, e siga-me.

A dor pode ser necessária, mas não o sofrimento, sempre é possível atenuar uma doença, mas, somente no interior do coração poderá o homem encontrar esse tipo de remédio.
Se o abandono do companheiro(a) é inevitável, então cuidemos todos os dias do amor a si e ao próximo, para que preencha o vazio criado e possibilite a aproximação de uma nova oportunidade!!
Se a traição apunhala pelas costas então canalize todas as forças para recomeçar, nunca deixando de acreditar na mudança daqueles que erram, pois um dia também fomos algozes!!!

 

 

 

Aprendendo com o Karma

Não sei o que fazer agora.

A primeira descoberta
do guerreiro.

Qual?

Não saber.

do filme Poder Além da Vida – Peaceful Warrior.

O Karma nunca atrairá para o espírito problemas triviais, de fácil resolução, ele não tem como objetivo engrandecer as qualidades que cada um já conquistou, essas já estão em fase de expansão, foram conquistadas em outras oportunidades.

O objetivo do Karma é trabalhar os pontos fracos de cada um, auxiliando na auto-descoberta e na conquista da Real felicidade. Utilizando habilmente compromissos do passado e necessidade de evolução o Senhor da Vida cria um ambiente propício para semear mudanças.

Todos os encarnados, exceto os Adeptos e seres próximos a libertação, vivem uma grande ilusão, agem como se estivessem acordados, mas na verdade estão dormindo, sonhando, e não conseguem ver o mundo como ele Realmente é.

O Karma – A Ação que segue a vontade do Pai busca chamar o espírito para a realidade, mostrando a vida-sonho em que ele se encontra, perdido sob um mar de prazeres, pensamentos e emoções.

A vida nos traz então situações que não estamos preparados para vencer, os livros podem até abordar assuntos profundos, sobre o sofrimento humando, mas não ensinam como controlar nossa emoção, vencer uma doença ou acalmar a ansiedade que acicata o coração.

Quando um espírito aceita o chamado e tenta acordar para a Realidade então um movimento estrondoso ocorre dentro de sua alma, quem pode explicar a força que utilizou para vencer a si mesmo?? O Universo é equilíbrio, por isso, quando o karma emerge ele possibilita também a reação ascendente do espírito, abrindo caminho para uma jornada inesquecível.

Mas toda jornada tem o seu tempo, os seus perigos e suas lições, somente a experiência aliada a profunda atenção e reflexão sobre cada acontecimento pode guiar de forma segura o peregrino. A sabedoria está em não falhar duas vezes, pois os erros são quase inevitáveis, por mais ínfimos que sejam.

24. Todo aquele, pois, que ouve estas Palavras, eu o comparo a um homem prudente, que edificou sua casa sobre a pedra;
25. e caiu a chuva, vieram os torrentes, sopraram os ventos e bateram com força contra aquela casa, e ela não caiu, pois estava edificada
sobre a pedra.
26. Mas todo aquele que ouve estas minhas Palavras e não as pratica, será comparado a um homem tolo, que edificou sua casa sobre
a areia;
27. e caiu a chuva, vieram as torrentes, sopraram os ventos e bateram com força contra aquela casa, e ela caiu; e foi grande sua ruína.

Mat. Cap. 7 24:27.

O espírito que constrói sua felicidade sobre os tesouros da matéria passará pela frustração da perda até o final da vida, pois nada que é da matéria (IRREAL) poderá ser levado após a morte. Jesus foi claro quando comparou a felicidade do homem a uma casa e as dificuldades da vida às tormentas da natureza, a primeira lição para quem busca aprender com o Karma, repense os seus valores, descubra seus medos, compreenda os seus erros e deficiências.

Quando sentir medo...
use a espada.
Traga-a até aqui e corte sua mente em tiras.
Elimine todo o arrependimento e medo.
Todo o resto pertence ao passado
ou ao futuro.

do filme Poder Além da Vida – Peaceful Warrior.

Depois que descobrir seus erros e pontos fracos não adianta ficar se culpando, se torturando ou imaginando que você nasceu assim e não tem jeito. Tudo é possível na vida!!
A primeira visão que terá ao olhar para dentro de você pode ser aterradora, mas na verdade você ainda não olhou direito, porque está tudo empoeirado, sujo, você tem um potencial incrível e ele está latente, esperando que você reverta o condicionamento mental para desperta-lo. Disciplina, vontade e coragem são indispensáveis.

Ser guerreiro não exige perfeição.
Ou vitória. Ou invulnerabilidade.
Ele é a vulnerabilidade absoluta.
Essa é a única coragem de verdade.

do filme Poder Além da Vida – Peaceful Warrior.

Não se iluda achando que só porque viu uma pequena luz no fim do túnel então nunca mais errará, suas falhas não mudaram somente porque você as descobriu, elas o acompanharão como sombras, até que a luz interior brilhe de tal forma que não exista mais sombras em sua personalidade.

Não se cobre a perfeição, porque você não é perfeito, mas lute por chegar o mais próximo que puder.

Se tiver dúvidas de como agir então consulte o Evangelho e verá o exemplo do Homem Crístico. - Ame ao próximo como o Cristo vos Amou.

Um guerreiro não desiste do que ele ama, Dan.
Ele encontra o amor no que ele faz."

Eu estava pronto para desistir de tudo...
mas você ficou aqui e me disse
que queria que eu treinasse novamente.

Eu lhe disse que um guerreiro
faz aquilo que ama

do filme Poder Além da Vida – Peaceful Warrior

Muitos confundem a mensagem que o Karma traz, somente aquele que mergulha de cabeça e busca a compreensão do que é Real e Irreal para o espírito compreende a lição. A vida traz para cada pessoa uma mensagem diferente, não existem duas mensagens iguais, pode-se acumular conhecimento com a história de outra pessoa, mas para compreender a vida será necessário muito mais que leitura.

Deus não deseja que você pare de fazer o que gosta, seu objetivo é acorda-lo para que descubra o que Realmente deseja fazer, para então largar o vício que ilude e desvia do caminho.

Sentir prazer em uma ação é diferente de fazer o que ama. Nunca desista de buscar aquilo que ama, a vida é cheia de boas surpresas.

-Retire o lixo.

-Retire você.

O lixo está aqui(cabeça).
É a primeira parte de seu treinamento.
Aprender a jogar fora tudo o que não precisa aqui dentro.
...
Estava 100% dedicado à experiência que estava tendo.

Não esperava por aquilo.

Não estava prestanto atenção. Mesmo agora não está atento.
Sua mente está enchendo de novo.
Está perdendo tudo o que está acontecendo.

Não há nada acontecendo.

Sempre há algo acontecendo.
Retire o lixo, Dan.
Seu lixo é aquilo que lhe afasta da única coisa que importa...
esse momento.
Aqui.
Agora.
E quando você estiver no aqui e agora...
ficará maravilhado com o que pode fazer
e como pode fazer bem.

do filme Poder Além da Vida – Peaceful Warrior.

Tempo demais é gasto com coisas fúteis, sem valor, que não vão nos levar a lugar algum, e enquanto isso o mundo continua o seu movimento, sempre mudando.

Aquele que não está atendo as mudanças vive como se estivesse dormindo, sempre perdendo oportunidades de Viver. Chegará então sua velhice e o dia de seu retorno ao mundo espiritual e uma profunda melancolia abaterá sua alma e ele se perguntará... “Tive tanto, fiz muitas coisas, conquistei tudo o que desejava.... mas por que não me sinto feliz?”

A doença, o abandono, a frustração nos trazem a possibilidade de olhar o mundo com mais calma e reparar em paisagens, pessoas, amizades, oportunidades que não nos chamava a atenção antes. Esses momentos são os mais importantes da vida, pois aquele que se esforça para “acordar” pode mudar não só essa vida, mas todas as outras que a sucederão, enquanto, se o padrão mental continuar o mesmo então o espírito continuará vivendo no mundo dos sonhos.

Os pensamentos de preocupação, angústia, medo, vício, etc, são como um lixo mental, que além de sujar nossa aura e produzir odores espirituais indesejáveis, ainda atrai para si energias deletérias afins, tantos de espíritos como de formas pensamento.
Pode parecer uma luta desumana, um massacre, pois você terá que lutar contra um padrão mental que já está acostumado e que de certo modo lhe dá prazer, mas, não o faz feliz. E é realmente muito difícil domar a mente e controlar suas emoções, muito mais difícil do que imagina, somente os que tentam podem explicar, mas, não é impossível, e a recompensa é um tesouro que vale qualquer esforço.

24.Ninguém pode servir a dois senhores, pois ou há de aborrecer a um e amar o outro, ou há de unir-se a um e desprezar o outro: não podeis servir a Deus e às riquezas.
25. Por isso vos digo: não vos preocupeis com vossa vida, pelo que haveis de comer ou beber, nem com vosso corpo, pelo que haveis
de vestir: não é a vida mais que o alimento e o corpo mais que a roupa?
26. Olhai as aves do céu, que não semeiam nem ceifam nem ajuntam em celeiros, e vosso Pai celestial as alimenta; não valeis vós muito
mais que elas?
27. E qual de vós, por mais preocupado que esteja, pode acrescentar um cúbito à sua estatura?
28. E porque vos preocupais pelo que haveis de vestir? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham nem fiam.
29. contudo vos digo que nem Salomão em todo o seu esplendor se vestiu como um deles.
30. Se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanha é lançada ao forno, quanto mais a vós, homens de pequena fé?
31. Assim, não vos preocupeis dizendo: que comeremos? ou: que beberemos? ou: com que nos vestiremos?
32. (pois os gentios é que procuram todas essas coisas); pois vosso Pai celestial sabe que precisais de todas elas.
33. Mas buscai primeiro o reino de Deus e a perfeição dele, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.
34. Não vos preocupeis pelo dia de amanhã, porque o amanhã trará o seu próprio cuidado; ao dia, basta o seu trabalho.

Mat. Capítulo 6:24-34

Se pensar continuamente em um problema, fecham-se as duas principais fontes de ajuda ao espírito encarnado: A intuição e o auxilio dos espíritos amigos. A personalidade toma então o controle e espíritos de baixo padrão vibratório são atraídos.

Pode parecer um paradoxo, mas parar de ficar martelando um problema muitas vezes é a solução!! Se de alguma forma for possível resolvê-lo a resposta aparecerá, seja pela própria intuição ou pela intercessão dos benfeitores espirituais.

Se o problema não for resolvido pelo menos você manterá o equilíbrio, evitando prováveis doenças ou vícios decorrentes do stress mental gerado.

Retirar o lixo da mente é aceitar que você não tem controle sobre tudo (humildade),
É acreditar que as coisas que acontecem não são necessariamente boas ou ruins, sempre existe um objetivo (Fé – Fidelidade)

É confiar em si mesmo, pois não há força maior que o amor e nada pode vencer um espírito decidido a se libertar(coragem)

É viver cada momento com a entrega de uma criança, a atenção de um estudante e a sabedoria de um mestre(Felicidade)

Mesmo que sejam poucos os momentos em que nada é pensado, mesmo assim, já vale a pena o esforço, são momentos inesquecíveis de entrega e integração com a intuição pura.

Existe um livro muito interessante que fala sobre a intuição e o que um homem que alcança esse contato é capaz de fazer, A Arte Cavalheresca do Arqueiro Zen mostra a história de um professor com formação ocidental que se muda para o Japão e conhece um mestre arqueiro.


Não fazemos mais isso, lembra?
Somos melhores.

Melhores que aqueles que não sabem o que sabemos...
ou que vivem do modo que vivem?
É o que quer dizer?

Não melhor, talvez. Mais esperto.

Não há "melhor". Nunca será melhor.
Do mesmo modo que nunca será menos do que ninguém.

do filme Poder Além da Vida – Peaceful Warrior.

Após melhorar o seu interior e anular ou atenuar as adversidades que o colocaram contra a parede, você poderá se achar melhor que os outros, ou, como o próprio texto diz, mais esperto!
Cuidado, possuímos vários débitos para com a justiça divina e a vida não se resume a alcançar somente um objetivo, existem vários passos que devem ser dados, um de cada vez. O movimento que se inicia quando um breve lampejar de felicidade brilha a nossa frente nunca deve cessar, pois sempre temos algo a aprender ou melhorar.

Se você não é missionário (são raros os casos) então foi atraído para esse planeta de provas e expiações porque ainda possui muito que aprender. Muitos médiuns se acham missionários, quando na verdade são trabalhadores, a principal diferença entre missionário e trabalhador é que o primeiro não possui débitos, encarna para ajudar um ou mais espíritos, já o segundo vem com “dons” que lhe foram emprestados para trabalhar por aqueles que necessitam de ajuda.

As duas últimas frases do ensinamento são perfeitas, nunca seremos piores ou melhores, isso é uma ilusão, pois somos todos UM!!

O erro no pretérito gera o Karma,
O impacto de sua volta faz o espírito parar,
E refletindo aprende-se com a vida, professora que tudo sabe
Estudando o Karma chega-se ao auto-conhecimento,
A sabedoria pode evitar algumas colisões com o Karma,
Mas, no final, aquele que vence o Karma pelo próprio esforço,
Conquista a felicidade eterna

 

 

Conselhos de Um Amigo Espiritual

Quando argüido sobre a melhor forma de conviver e quitar os débitos espirituais, o instrutor espiritual que respondia as perguntas de André Luiz nos presenteou com o fascinante trecho abaixo. Meditem!! Reflitam!!!

Venerável benfeitor, para nossa edificação, poderemos recolher mais amplas anotações sobre a melhor maneira de colaborar com a Lei Divina em nosso próprio favor? Dispomos de algum meio para escapar à justiça?
Sânzio sorriu e observou:
- Da justiça ninguém fugirá, mesmo porque a nossa consciência, em acordando para a santidade da vida, aspira a resgatar dignamente todos os débitos de que se onerou perante a Bondade de Deus; entretanto, o Amor Infinito do Pai Celeste brilha em todos os processos de reajuste. Assim é que, se claudicamos nessa ou naquela experiência indispensável à conquista da luz que o Supremo Senhor nos reserva, é necessário nos adaptemos à justa recapitulação das experiências frustradas, utilizando os patrimônios do tempo. Figuremos um homem acovardado diante da luta, perpetrando o suicídio aos quarenta anos de idade no corpo físico. Esse homem penetra no mundo espiritual sofrendo as conseqüências imediatas do gesto infeliz, gastando tempo mais ou menos longo, segundo as atenuantes e agravantes de sua deserção, para recompor as células do veículo perispirítico, e, logo que oportuno, quando torna a merecer o prêmio de um corpo carnal na Esfera Humana, dentre as provas que repetirá, naturalmente se inclui a extrema tentação ao suicídio na idade precisa em que abandonou a posição de trabalho que lhe cabia, porque as imagens destrutivas, que arquivou em sua mente, se desdobrarão, diante dele, através do fenômeno a que podemos chamar "circunstâncias reflexas", dando azo a recônditos desequilíbrios emocionais que o colocarão, logicamente, em contacto com as forças desequilibradas que se lhe ajustam ao temporário modo de ser. Se esse homem não houver amealhado recursos educativos e renovadores em si mesmo, pela prática da fraternidade e do estudo, de modo a superar a crise inevitável, muito dificilmente escapará ao suicídio, de novo, porque as tentações, não obstante reforçadas por fora de nós, começam em nós e alimentam-se de nós mesmos.
O esclarecimento era valioso e, por essa razão, interroguei com a curiosidade respeitosa do aluno interessado em aprender:
- E como pode a criatura habilitar-se devidamente para resgatar o preço da sua libertação?
Sânzio não se deu por surpreendido e replicou, de pronto:
- Como qualquer devedor que, de fato, se empenhe na solução dos seus compromissos. Decerto que o homem, sumamente endividado, precisa aceitar restrições no seu conforto para sanar seus débitos com as suas próprias economias. Em razão disso, não pode viver à farta, mas sim com abstinência e suor, de modo a liberar-se tão depressa quanto possível.
O grande orientador fez uma pausa de momento, como para refletir, e
continuou:
- Voltemos ao símbolo da planta. Imaginemos que uma semente de laranjeira caiu em terreno pobre e seco. Segundo as leis que regem as atividades agrícolas, germinará ela sob constringentes obstáculos, transformando-se num arbusto mirrado, com lamentável produção no tempo devido. Mas, se o lavrador lhe acode às necessidades e exigências, desde o início da luta, oferecendo-lhe adubo, água e defesa, tanto quanto ajudando-a com a poda salutar no momento oportuno, a laranjeira atenderá, brilhantemente, ao próprio destino... Semelhantes cuidados, no entanto, devem ser postos em ação, na hora justa, isto é, quando na Terra a alma, e tanto quanto possível deve começar essa restauração nos melhores tempos da jornada física...
Hilário, que acompanhava a exposição, tão fascinado quanto eu mesmo pela lógica daquelas palavras sábias e simples, interrogou:
- E quando a criatura não pode contar, na infância ou na mocidade, com preceptores afeiçoados ao bem, capazes de funcionar como lavradores diligentes, junto daqueles que recomeçam a luta humana?
- Sem dúvida - ponderou o Ministro -, a meninice e a juventude são as épocas mais adequadas à construção da fortaleza moral com que a alma encarnada deve tecer gradativamente a coroa da vitória que lhe cabe atingir. Entretanto, é imperioso entender que, no Espírito consciente, a vontade simboliza o lavrador a que nos reportamos, e o adubo, a irrigação e a poda constituem o serviço incessante a que deve consagrar-se nossa vontade, na recomposição de nossos próprios destinos. Em vista disso, todo minuto da vida é importante para renovar e redimir, aprimorar e purificar.
Compreendamos que a tempestade, como símbolo de crise, surgirá para todos, em determinado momento, contudo, quem puder dispor de abrigo certo, superar-lhe-á os perigos com desassombro e valor.

Ação e Reação – Chico Xavier – pelo espírito André Luiz

 

 

 

11. Karma e Astrologia

A astrologia é um estudo fascinante, fazer um mapa astral é uma experiência única, mas deve-se tomar muito cuidado, pois não estamos falando de um estudo qualquer, ou de adivinhações sobre o futuro. Um astrólogo sério demora anos para se formar, sendo necessário além do estudo uma intuição muito bem trabalhada.

A astrologia, utilizada de forma correta, é uma ferramenta que ajuda a entender nossas tendências e situações que atraímos para nossa vida, auxiliando o peregrinho que deseja trabalhar o seu interior para se antecipar aos processos cármicos.

O objetivo na astrologia não é ganhar na loteria ou trazer a pessoa amada de volta, é muito mais abstrato, sutil. Um astrólogo não vai lhe dizer que no dia X você deve evitar passar por ruas congestionadas para não se acidentar, NÃO É DISSO que estou falando!!!

Trabalha-se na astrologia com tendências e influencias que vão atuar sobre o espírito durante sua encarnação, mas isso não é capaz de evitar o Karma, são na verdade dicas que podem ajudar a entender o que está acontecendo.

Vou dar um exemplo: Vamos imaginar que Maria é uma pessoa muito exigente consigo mesma e com as pessoas que a rodeiam, isso é uma característica dela e sem estar consciente magoa outras pessoas ou a si mesma por exigir muito de todos, inclusive dela mesma. Ao fazer o mapa astral a astróloga informa que essa característica deve ser trabalhada, pois caso contrário ela atrairá doenças, também poderão acontecer problemas sérios no âmbito profissional e pessoal caso ela não se modifique.

Maria traz essas características de outra vida, mas, pela lei do Karma ela atrai para si uma formação desse tipo, por exemplo ela pode ter tido pais muito exigentes, professores, etc.
Os fatores externos são atraídos pelo pequeno mundo criado dentro de cada um, quando revertemos esse condicionamento mental e emocional afastamos pessoas e situações que se afinizam com essa vibração.

Bom, será que Maria vai se modificar completamente?? Em pouquíssimos casos isso acontece, mas, se ela parar para refletir e diariamente fizer um esforço, gradualmente modificará seu interior e como conseqüência colherá atenuantes no seu Karma. O que poderia se tornar uma tragédia se transforma em um desentendimento sério, a tendência a desenvolver reumatismo não acontece e temos somente tendinites, etc. Cada caso é um caso, mas posso garantir que a mudança interior atenua ou anula os efeitos do Karma Negativo.

Abaixo copio um trecho maravilhoso sobre astrologia, dos lábios do mestre Sri Yuktéswar podemos vislumbrar um novo entendimento de astrologia e Karma, aproveitem:

Deveria usá lo, Mestre? Não creio em astrologia.
Não é questão de crença; a atitude científica que se deve adotar em qualquer assunto é a de saber se é verdade. A lei da gravidade funcionou tão eficientemente antes de Newton como depois dele. O cosmos seria positivamente um caos se suas leis só pudessem funcionar mediante a aprovação da crença humana. Os charlatães trouxeram a antiqüíssima ciência estelar a seu descrédito atual. Tanto matemática como filosoficamente, a astrologia é muito vasta para ser abarcada corretamente, salvo por homens de profundo entendimento. Se os ignorantes lêem erradamente o céu, e ali enxergam rabiscos em vez de uma escrita, isto é de se esperar neste mundo imperfeito, Não se deve prescindir da sabedoria ao dispensar os pretensos sábios.
E meu guru continuou: Todas as partes do mundo criado estão ligadas entre si e permutam suas influências. O ritmo equilibrado do universo tem sua raiz na reciprocidade. O homem, em seu aspecto mortal, tem de combater dois grupos de forças, primeiro, os tumultos internos do ser, causados pela mistura de terra, água, fogo, ar e elementos etéreos; segundo, os poderes externos e desintegradores da natureza. Enquanto o homem luta com sua mortalidade, ele é afetado por miríades de mutações do céu e da terra.
- Astrologia é o estudo das reações do homem aos estímulos planetários. Os astros não têm qualquer benevolência ou aversão consciente; eles meramente enviam radiações positivas ou negativas. Por si só, não ajudam nem prejudicam a humanidade, mas oferecem um canal lícito para que se manifeste o equilíbrio de causas e efeitos que, no passado, cada homem pôs em movimento.
Uma criança nasce no dia e hora exatos em que os raios celestes estão em harmonia matemática com seu karma individual. Seu horóscopo é um retrato desafiante, revelando seu passado inalterável e os resultados prováveis em seu futuro. Corretamente, porém, o mapa natalício só pode ser interpretado por homens de sabedoria intuitiva: estes são poucos.
“A mensagem audaz e heraldicamente proclamada através dos céus, no momento do nascimento, não tem a intenção de dar ênfase ao destino o resultado do bem e do mal pretéritos mas o de despertar a vontade humana de escapar de seu cativeiro universal. O que o homem fez, ele pode desfazer. Ninguém, além dele mesmo, foi o instigador das causas cujos efeitos agora prevalecem em sua vida. Ele pode transcender qualquer limitação, em primeiro lugar, porque a criou com suas próprias ações e, em segundo lugar, porque possui recursos espirituais que não estão sujeitos à pressão planetária.
“O medo supersticioso à astrologia produz autômatos, dependentes, como escravos, de guia mecânica. O homem sábio derrota seus planetas isto é, seu passado transferindo sua fidelidade, da criação ao Criador. Quanto mais efetua sua unidade com o Espírito, menos pode ser dominado pela matéria. A alma é sempre livre; é imortal porque não tem nascimento. Não pode ser regida pelos astros.
“O homem é uma alma e tem um corpo. Quando situa apropriadamente o seu senso de identidade, deixa para trás todos os padrões compulsórios. Enquanto permanecer confuso em seu estado ordinário de amnésia espiritual, experimentará os grilhões insidiosos da lei do ambiente.
Deus é Harmonia: o devoto que com Ele sintoniza nunca realizará uma ação errônea. Suas atividades concordarão com o cronômetro natural e exato da lei astrológica. Após a meditação e a prece profundas, ele está em contato com sua consciência divina; não há poder maior que esta proteção interior.”
...
Só quando um viajante atingiu sua meta é que se justifica o abandono de seus mapas. Durante a jornada, ele se aproveita de qualquer atalho conveniente. Os ríshis antigos descobriram muitos meios de encurtar o período de exílio do homem no mundo ilusório. Existem certas engrenagens na lei do karma que podem ser habilmente ajustadas pelos dedos da sabedoria.
“Todos os males humanos se originam de alguma transgressão da lei universal. As Escrituras salientam que o homem deve satisfazer as !eis da natureza, sem descrever, simultaneamente, da onipotência divina. Ele deveria dizer: 'Senhor, confio em Ti, e sei que Tu me podes ajudar, mas envidarei todos os esforços para reparar qualquer mal que tenha cometido.' Por uma série de meios pela prece, pelo poder da vontade, pela meditação logue, pela consulta aos santos, pelo uso de braceletes astrológicos os efeitos adversos do passado podem ser diminuídos ou anulados.
“Semelhante a uma casa que pode ser equipada com um pára raios de cobre para absorver a descarga do relâmpago, o templo do corpo se beneficia com certas proteções.
“Radiações elétricas e magnéticas circulam incessantemente no universo; afetam o corpo humano, favorável ou desfavoravelmente. Há milênios atrás, nossos ríshis estudaram o problema de combater os efeitos adversos das influências cósmicas sutis, Os sábios descobriram que os metais puros emitem uma luz astral, poderoso neutralizante dos influxos negativos dos planetas. Certas combinações de plantas também ajudam. Mais eficiente que tudo são pedras preciosas sem jaça e não menores que dois quilates.
“O emprego preventivo da astrologia raras vezes foi objeto de estudos sérios fora da índia. Um fato pouco conhecido é que jóias, nactais e misturas de plantas, embora sejam da espécie recomendada, só têm valor se apresentarem o peso requerido e se o agente terapêutico for usado em contato com a pele.

A Autobiografia de um Iogue – Parmahansa Yogananda

12. Conclusão – Alcançando a Felicidade

Onde você está, Dan?

Aqui.

Que horas são?

Agora.

O que é você?

Esse momento.

do filme Poder Além da Vida – Peaceful Warrior

O objetivo do espírito é alcançar a felicidade plena e o amor sem fronteiras. O Pai celestial exerce uma força contínua de atração, estimulando seus queridos filhos à emancipação espiritual, o espírito pode até tentar se isolar, mas essa força é irresistível e natural, e cedo ou tarde ele se cansará de lutar contra a evolução. Nesse momento o gigante adormecido se levantará e um novo caminho será trilhado pelo espírito, Jesus mostrou na parábola do Filho Pródigo que Deus espera pacientemente a volta de todos os filhos que abandonaram o caminho do amor.

Copiei algumas mensagens do filme O Poder Além da Vida para fechar o artigo:

Diga as três.

Minhas três regras?

E você já as conhece.

Paradoxo...
humor e mudança.

Paradoxos.

A vida é um mistério.
Não perca tempo tentando entendê-la.

Humor.

Tenha senso de humor, especialmente sobre si mesmo.
É a força por trás de toda atitude.

Mudança.

Nada permanece o mesmo.

* -------------------- * ----------------------- *

Refletindo sobre a Jornada....

Em todo o caminho até aqui, você estava animado, estava feliz.

Sim, porque achei que ia ver algo!

Parecia um garoto em uma manhã de Natal, você mesmo disse.
O caminho todo até aqui fez você se sentir bem.

Porque nas ultimas 3 horas eu estava esperando para ver algo maravilhoso.

-O que isso muda?

-Não há nada aqui exceto essa pedra!

Devia ter lhe contado antes de sairmos.
Mas acho que...
eu não tinha certeza do que encontraríamos.
Nunca tive.
Lamento que não esteja mais feliz.

A jornada.
A jornada é o que nos traz a felicidade.
Não o destino

Poucos tesouros conquistados pelo espírito podem sobreviver a morte, se hoje você se sente feliz, imagine se o que está lhe causando essa sensação pode sobreviver a extinção do corpo físico, se a resposta for afirmativa então você está no caminho certo e seus investimos estão no lado espiritual.

É possível ser feliz em qualquer situação, não existe contexto capaz de tirar a felicidade daquele que encontrou a paz interior, é uma das poucas relíquias que não podem ser roubadas, manchadas ou arranhadas.

Esse tesouro descansa dentro das cavernas do coração, só precisamos encontra-lo e utilizar a chave da sabedoria para abrii-lo. Lembre-se, esse tesouro está dentro de você, só poderá iniciar a busca aquele que compreender essa informação.

É sem sombra de dúvida uma das maiores conquistas que o espírito pode adquirir.

.Que Deus abençoe a todos,

Namastê.

 

Clique aqui para visualizar o primeiro artigo da série sobre Karma - Refletindo e Compreendendo
Clique aqui para visualizar o segundo artigo da série sobre Karma - Explorando

Perguntas Respondidas