Páginas de Luz    (A Verdade e os Oito Passos para a Felicidade)
Capítulo 9 - A Óctupla Nobre Senda - Sétimo Passo: Reta Memória ou Reta Recordação
por Narcí Castro de Souza

A algazarra que algumas crianças faziam naquela tarde, provocou a palavra um tanto irritada de Ramanuja:

- O responsável por estes meninos que faça-os sossegar! Não percebe que o Bhagavam ainda não voltou do samadhi? Aliás, não se deve trazer crianças para nossos encontros, elas atrapalham!

- Eles são bem-vindos! Bom seria que todos os que aqui se encontram fossem iguais a estes pequeninos, que são puros, alegres, autênticos. Não se aborreça Ramanuja. Eles não me incomodam e digo mais, aquele que quiser encontrar o caminho do nirvana seja como um deles! ? abrindo os expressivos olhos azuis, falou Gautama.

- Perdoa-nos Senhor, hoje precisamos trazê-los , pois a mãe de minha esposa está adoentada e não pode ficar com eles ? justificou-se o pai das crianças.

- Traga-os sempre. Como disse, são bem-vindos! ? Gautama falou, sorrindo e puxando-os para junto de si, e continuou ? Hoje vamos discorrer sobre o sétimo passo da Óctupla Nobre Senda: Reta Memória ou Reta Recordação. Não é necessário recordarmos dos fatos que sucederam em vidas passadas para cumprirmos este passo. Nem todos podem recordar. Certo que a lembrança desses fatos, explica muito bem as ocorrências do presente e as justifica, mas nem todos podem recordar. Para muitos as recordações seriam um fardo muito pesado, por isso a misericórdia de Brama os poupa desse sofrimento, apagando-as de suas mentes, a cada nova encarnação.

- Então, em que consiste a Reta Memória? ? perguntou Shanda.

- Antes de tudo significa auto-recordação, isto é, devemos a todo instante recordar porque estamos aqui, qual são nossos deveres e o que devemos realizar para merecer esta nova oportunidade reencarnatória. Devemos recordar que somos muito mais que um corpo de carne. Que já éramos antes deste corpo ser formado e que vamos continuar a ser após o deixarmos. Que somos responsáveis, os únicos responsáveis pelo tipo de vida que levamos e que hoje, através de nossas atitudes, estamos programando nossa próxima existência.

- As lembranças dos fatos que mais retornam a nossa mente são aquelas em que fomos alvo de grandes dores, traições, desilusões, enfermidades e estas não são boas recordações. Como proceder? ? perguntou Kunti, a mãe de Devaky.

- Procuremos plenificar nossa mente com as lembranças felizes, sempre que formos invadidos com as recordações desagradáveis. Quando lembrarmos de uma injúria, imediatamente evoquemos uma atitude de amor praticada por um ente querido. Devemos perdoar e esquecer todo o mal que nos façam e recordar sempre o bem que fomos alvo. Assim procedendo, vamos enfraquecendo o poder das recordações desagradáveis e substituindo-as pelos momentos de felicidade e de agradecimento ao Senhor da Vida que sempre nos cumula de bênçãos que muitas vezes olvidamos. Isto é Reta Memória ? esclareceu Gautama.


As crianças alojadas no colo de Buda ouviam atentamente as sábias palavras, seus olhinhos brilhavam e se podia perceber atrás da inocência deste olhar, espíritos mais experientes que dos pais que as trouxeram. Buda acariciava seus cabelos e sorria, sabendo que aquelas lições estavam sendo gravadas indelevelmente em suas memórias e certamente produziriam no futuro o doce fruto almejado pelo Mestre.


Perguntas Respondidas