Em Busca da Verdade    (Mensagens do Evangelho)
As Preocupações
por Gustavo Martins

 

Mat. 6.24-34

24. Ninguém pode servir a dois senhores, pois
ou há de aborrecer a um e amar o outro, ou
há de unir-se a um e desprezar o outro: não
podeis servir a Deus e às riquezas.
25. Por isso vos digo: não vos preocupeis com
vossa vida, pelo que haveis de comer ou beber,
nem com vosso corpo, pelo que haveis
de vestir: não é a vida mais que o alimento e
o corpo mais que a roupa?
26. Olhai as aves do céu, que não semeiam nem ceifam nem ajuntam em celeiros, e vosso
Pai celestial as alimenta; não valeis vós muito
mais que elas?
27. E qual de vós, por mais preocupado que
esteja, pode acrescentar um cúbito à sua estatura?
28. E porque vos preocupais pelo que haveis de vestir? Considerai como crescem os lírios
do campo: eles não trabalham nem fiam.
29. contudo vos digo que nem Salomão em todo o seu esplendor se vestiu como um deles.
30. Se Deus assim veste a erva do campo, que
hoje existe e amanha é lançada ao forno,
quanto mais a vós, homens de pequena fé?
31. Assim, não vos preocupeis dizendo: que
comeremos? ou: que beberemos? ou: com
que nos vestiremos?
32. (pois os gentios é que procuram todas essas
coisas); pois vosso Pai celestial sabe que
precisais de todas elas.
33. Mas buscai primeiro o reino de Deus e a
perfeição dele, e todas essas coisas vos serão
acrescentadas.
34. Não vos preocupeis pelo dia de amanhã,
porque o amanhã trará o seu próprio cuidado;
ao dia, basta o seu trabalho.
Luc. 12:22-31

22. E disse a seus discípulos: portanto vos digo,
não andeis preocupados com a vida pelo
que haveis de comer, nem com o corpo pelo
que haveis de vestir.
23. Pois a vida é mais que o alimento e o corpo
mais que a roupa.
24. Observai os corvos, que não semeiam nem
ceifam, não têm despensa, nem celeiro, e no
entanto Deus os alimenta; quanto mais valeis
vós do que as aves!
25. Qual de vós, por mais preocupado que esteja,
pode acrescentar um cúbito à sua estatura?
26. Se pois, não podeis fazer nem as coisas mínimas,
porque vos preocupais pela outras?
27. Considerais os lírios como crescem, e não
trabalham nem fiam, todavia vos digo que
nem Salomão em todo o seu esplendor se
vestiu como um deles.
28. Pois se Deus assim veste a erva do campo
que hoje existe e amanhã é lançado no forno,
quanto mais a vos, homens de pequena
fé!
29. Não procureis, pois, o que comereis ou bebereis,
nem vos preocupeis,
30. porque os homens do mundo é que procuram
todas essas coisas; mas vosso Pai sabe
que precisas delas.
31. Buscai antes o reino de Deus, e todas essas
coisas vos serão acrescentadas.

 

Esta fabulosa passagem me estimulou a escrever sobre o evangelho em minha coluna, pois os ensinamentos do mestre são tão profundos e ricos de ensinamentos que devemos com todo o nosso esforço tentar estimular não só a sua leitura, mas também a sua vivência.

24. Ninguém pode servir a dois senhores, pois ou há de aborrecer a um e amar o outro, ou há de unir-se a um e desprezar o outro: não podeis servir a Deus e às riquezas.

O caminho que busca a espiritualização e o caminho que deseja a matéria não se cruzam, ou seja, são antagônicos. Não digo aqui, e que fique bem claro, que uma pessoa espiritualizada tem que ser pobre, que não deve trabalhar, nada disso, falamos aqui sobre ambições, desejos, objetivos.

O homem que busca a espiritualização trabalha para sobreviver e alimentar sua família e os que dependem dele, contudo, seu coração sabe que não encontrará sua felicidade nos bens transitórios.

Na ajuda aos desvalidos encontra o exercício do amor ao próximo e da caridade. O prazer em se libertar do peso dos “aspectos” materiais, para ele, é a recompensa sublime.

O homem algemado à matéria entrega-se ao trabalho árduo por uma subida ascendente para a realização profissional, financeira, política, etc, não pensando duas vezes em sacrificar família, amigos e saúde em troca do sucesso.

Podemos encontrá-lo freqüentando qualquer tipo de grupo religioso, contudo, as preces quase sempre objetivam o sucesso nas empreitadas que realiza, pois a sua felicidade se encontra na Terra.

O homem que busca Deus no coração se satisfaz com pouco e, conforme vai crescendo espiritualmente, se torna cada vez mais harmonioso e menos exigente. Olhando para ele vemos uma pessoa satisfeita, pois que encontra os tesouros do Pai em tudo que o rodeia.

O homem material, por sua vez, nunca está satisfeito, pois seu coração, perdendo o rumo de Deus, busca saciar a falta da harmonia com o Universo através da matéria, que é transitória e incapaz de satisfazer o espírito.

Buscar a felicidade na matéria é o mesmo que encher uma garrafa furada, pois ele nunca se sentirá saciado.

Enquanto o homem espiritual busca o domínio sobre si através da auto-realização, o homem material afunda no lamaçal dos erros e desenganos, perdendo o controle sobre si e atrasando o inevitável caminho para Deus.

25. Por isso vos digo: não vos preocupeis com vossa vida, pelo que haveis de comer ou beber, nem com vosso corpo, pelo que haveis de vestir: não é a vida mais que o alimento e o corpo mais que a roupa?

26. Olhai as aves do céu, que não semeiam nem ceifam nem ajuntam em celeiros, e vosso Pai celestial as alimenta; não valeis vós muito mais que elas?

Nessa passagem temos vários ensinamentos e advertências.

Jesus mostra a falta de fé que temos no amor incondicional do Pai. Ele, profundo conhecedor das dificuldades humanas aponta a extrema preocupação material do homem: o sustento.

Essa passagem mostra que o Pai a todos olha, ele não estimula a preguiça, falando que do céu cairá tudo que o homem precisa. Ele adverte sobre o excesso de preocupação depositada sobre o aspecto material da vida, mostrando que até as aves recebem os alimentos e tudo mais que precisam, lembrando, porém, que para tanto elas devem trabalhar, buscando alimento e construindo seus ninhos.

O ponto chave nessa passagem é a PREOCUPAÇÃO e seus excessos, que fazem com que o homem perca a sintonia com os planos mais elevados.

A passagem "não é a vida mais que o alimento e o corpo mais que a roupa?" é profunda...

Achamos muitas vezes que a manutenção de nossa vida está baseada na alimentação.Porém, ao parar por um pequeno momento e refletir, podemos chegar a conclusão que a sustentação da vida é muito mais que a digestão da refeição.

Nossos corpos espirituais caminharam milhares de anos até chegar ao ponto em que agora se encontram, aptos a realizar as trocas energéticas e espirituais necessárias à manutenção da vida. É por isso que Jesus nos fala que a vida é muito mais que o alimento, pois que as operações necessárias para a manutenção da vida de um ser encarnado são infinitamente mais complexas que a assimilação de alimentos.

Essa advertência é para você REFLETIR sobre a necessidade de alimentar o espírito enquanto encarnado, pois é ele que deve ser Alimentado.

Na passagem, o corpo também é comparado com a roupa, lembrando que o espírito possui vários corpos, sendo o corpo físico o mais denso de todos.

27. E qual de vós, por mais preocupado que esteja, pode acrescentar um cúbito à sua estatura?

Como é sábio nosso divino Mestre!!!

Começa sua divina palestra fazendo-nos refletir sobre a finalidade da PREOCUPAÇÃO. Na sua linguagem cheia de metáforas, mostra que ninguém cresce por se preocupar com sua altura.
Podemos aplicar esse tema de forma perfeita à nossa realidade. De que adianta o excesso de irritação e preocupação com a Violência ou com os roubos ou com a corrupção?? Muda alguma coisa??

Melhor faríamos se apaziguássemos nossos corações, orando, transformando a atmosfera em que vivemos, modificando nossos próprios atos, silenciosamente, modificando de tal forma as energias que existem em nosso planeta. Se todos agissem desse modo, não existiria mais ambiente propício para esses atos.

Mas, ao invés disso, milhares e milhares de pessoas conversam, reclamam, xingam, se irritam, se desarmonizando e desequilibrando o ambiente onde vivemos, preparando o ambiente para novos erros, ao invés de transformá-lo em atmosfera pura.

28. E por que vos preocupais pelo que haveis de vestir? Considerai como crescem os lírios do campo: eles não trabalham nem fiam.

29. contudo vos digo que nem Salomão em todo o seu esplendor se vestiu como um deles.

30. Se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanha é lançada ao forno, quanto mais a vós, homens de pequena fé?

Primeiro Jesus nos adverte sobre a preocupação no vestir, ou seja, em como se mostrar, como se apresentar perante a sociedade, amigos e família. Aqui ele não fala só sobre o vestir de roupas.

Logo depois ele fala dos lírios, que representam o interior, a beleza do coração voltado para Deus, e mostra que nenhuma ornamentação Terrena, por mais bela que seja, chega aos pés da beleza espiritual. A beleza espiritual do espírito cresce aos poucos. Durante várias e várias encarnações o Senhor vai ensinando, lapidando, erguendo, advertindo, até que um dia, ele cresce, vigoroso.

Se Deus veste o espírito para encarnar na Terra com o corpo físico, envoltório que dura pequeno espaço de tempo, imagine os corpos mais sutis utilizados pelo espírito, que é eterno?

31. Assim, não vos preocupeis dizendo: que comeremos? ou: que beberemos? ou: com que nos vestiremos?

32. (pois os gentios é que procuram todas essas coisas); pois vosso Pai celestial sabe que precisais de todas elas.

De novo a advertência sobre as preocupações, que realmente, ao refletir, ocupam a maior parte do tempo "pensante".

Acreditemos na Onipresença e Onisciência do Pai, que sabe o que precisamos na matéria, conhece o nosso espírito e, por isso, sabe do que nossa alma precisa para o reerguimento, através do ajuste com as Leis Divinas.

33. Mas buscai primeiro o reino de Deus e a perfeição dele, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.

Aqui vale a indicação do caminho para a auto-realização.

Jesus mostra que não adianta a famosa frase :

"Preciso me organizar financeiramente, crescer profissionalmente para depois buscar o meu caminho espiritual".

O homem jamais achará o ponto de harmonia nos aspectos materiais.
Buscando se encontrar, ele aos poucos transformará seus desejos e regalias, aprendendo a viver mais feliz e com menos.

Caminhando cada vez mais para Deus, ficamos menos exigentes com a vida, necessitando de menos para viver.

A frase "... todas essas coisas serão acrescentadas" não indica que o homem espiritualizado será rico ou será poderoso ou conquistará todas as mulheres.... Na verdade essa sábia previsão mostra que o tesouro encontrado é a harmonia total e completa com a vida física e a saciedade com o pouco ou muito que se tem.

34. Não vos preocupeis pelo dia de amanhã, porque o amanhã trará o seu próprio cuidado;ao dia, basta o seu trabalho.

Nada mais claro.

Roguemos a Deus!!!

Viva o dia de hoje.

Aproveite mais um dia que a Providência Divina o presenteou.

Esqueça os erros do passado, e, se errou aprenda e não erre mais.

Esqueça o futuro, pois de nada adiantará sua preocupação.

Trabalhe hoje pela sua felicidade, física, emocional e espiritual.

E você verá,

Que um Lindo nascer do Sol o esperará a cada dia.


Perguntas Respondidas