Poema
voltar para consulta

Título
Eis-me Aqui !
Autor Data Publicação
08/05/2001 Vinícius de Moraes
Origem
Mensagens Psicografadas
Texto

Que valerá um nome, um nome apenas ?

Que importa agora ser menos ou mais ?

Suprimirá acaso as minhas penas

Ser Vinícius de tal ou de Moraes ?

Por quantas coisas fúteis e pequenas

Suportamos no mundo tantos ais ! ...

Ah, nossas tolas ambições terrenas !

A morte nos nivela e torna iguais ...

Retirei-me do palco desta vida,

Mas continuo vivo em plena lida ...

Inútil a descrença dos ateus.

Eis-me aqui a tanger a doce lira,

No canto diferente que me inspira

E me ampara na rota para Deus !